01/11/2017

Foi assim que aconteceu

Era quase hora de jantar, e já o arraial estava montado sob mim. Gritos de terror e agonia, gargalhadas malévolas, urros de pânico prédio acima. Uma das minhas crescidas crianças, que nunca usa o elevador, passou-lhe à porta e só não se assustou porque é valente, porque fui eu que fiz, porque acha piada ao Halloween. Contou-me, divertida, que Agora, a vizinha tem a morte à porta, e aquilo tem um sensor de movimento, que uma pessoa passa e aquilo mexe-se, levanta os braços e grita. Então, fui lá, porque também não quero morrer parva, passe o pleonasmo: para crer como São Tomé, para dançar com a Morte, para ver com os próprios que um dia o forno há-de cremar, já que estamos a falar nisso. Primeiro de longe, depois de perto, acerquei-me a medo — um medo que provinha, não do pobre boneco, mas sim da paupérrima humana que se escondia atrás daquela porta —, assomei-me, cheguei-me, espreitei-o, remirei-o, e ele quedo e mudo, como morto, lá está.


Já ia escadas acima quando as luzes do patamar se desligaram, e deu-se a coincidência de a gravação da Morte se accionar, motivo pelo qual ela, afinal com uma voz terrivelmente masculina, largou numa gargalhada que devia ser horripilante — a mesmíssima que Vincent Price deu no clip de Michael Jackson, Thriller —, há-de ter mostrado as axilinhas lá no meio do breu, bradou "Happy Halloween!" para quem a quis ouvir (o que não era o meu caso), e digamos que era eu ter para aí menos sessenta anos do que tenho efectivamente, e isto servia-me que nem uma luva para trauma de infância e, quem sabe, para justificar montes de merdinhas que, de onde em onde, me assistem. Ao invés, fiquei assaz agastada, pelo que cumpri (ao menos uma vez na vida) a promessa que havia feito, e chamei a polícia. 
A única mágoa que me ficou deste assunto todo foi não ter ficado para ver os senhores agentes a chegarem à porta da louca, por ter tido que sair para jantar. Resta-me o consolo de que, ao telefone, depois de me ter identificado pormenorizadamente, disse apenas que A senhora tem um boneco muito ruidoso à porta de casa, e, assim, posso imaginar a cara dos homens quando se depararam com Senhora Dona Morte, a rir e a guinchar. Quando voltei, imperava a paz no prédio, um silêncio quase sepulcral, e, do boneco, nem fumo. O que foi pena, por outro lado, pois umas voltinhas no elevador haviam de arejar e desempoeirar a criatura, e assim já não pôde ser. 

20 comentários:

  1. Anónimo1/11/17

    Muito bom. :) Será que ela vai dizer alguma coisa por teres chamado a polícia? :)

    AL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que não, AL, a bruxa ignora-me :) Então se nem respondeu à minha missiva... :)

      Eliminar
    2. Anónimo1/11/17

      Mas agora é diferente, deve saber que foste tu quem chamou a polícia. Ou encontra-te na entrada e faz uma peixeirada ou fica calada. Cheia de raiva mas calada.
      Ignora-a. Agora, até ao próximo Halloween, tens um ano de descanso.

      AL

      Eliminar
    3. Estou tranquila. Acho que, se quisesse bate-boca, tinha batido à minha porta quando lhe meti a resposta na caixa do correio. Avisada, já estava, azar se ignorou...

      Eliminar
  2. Anónimo1/11/17

    Mas as pessoas não podem brincar ao Halloween?? Não é todos os dias!E ela enviou uma carta!Ela pode ser "esquisita", mas você,também é " picuinhas"!A vida passa num instante,e só temos uma!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho.
      Assim como acho que ela pode e deve fazer o que bem entender, desde que da porta de casa para dentro.
      Olha se me der na tola ir brincar ao Carnaval para os corredores do prédio! Então não querem lá ver que os picuinhas depois não me deixam? Maus.

      Eliminar
    2. (Tens que rever essa pontuação que te denuncia sempre)

      Eliminar
    3. Anónimo2/11/17

      Não percebi,deve estar a confundir com outra pessoa,e também estranho o tratamento por tu,visto que não a conheço,eu respondi com respeito!Obrigada

      Eliminar
    4. 👀
      É verdade, esqueço-me que a gerontosfera se trata toda sem tu. Desculpa lá, totó. Vá, e agora chispa, que isto não é o chavascal que fazes nos outros blogs e eu não publico mais nada teu, com esses erros de pontuação que me cegam. Xô daqui.

      Eliminar
    5. Subestimada Tony:
      (Ou Janota? Ou Anónima Katryna? Ou, simplesmente, Anónima?)
      Vamos por partes:
      1. A pessoa sabe que não vai para nova;
      2. Porém, sabe também que, nesse dia, não participará nos teus almoços de confraternização, hiper-animados e giríssimos;
      3. A pessoa tem zero paciência para ti, e vai dar-te o tratamento que o Diogo Almeida já deu, e que o Pipoco já devia ter dado há muito tempo, fora a restante blogosfera masculina que é literalmente asfixiada pelos teus comentários deslocados e impertinentes. Sei mesmo de uma caixa de comentários que permanece fechada exactamente por esse motivo, vê lá como é pequeno este mundo;
      4. O meu "xô daqui" (não percebeste) era em relação à minha caixa de comentários. Não te publico mais, como, aliás, não estou a publicar neste momento. Quanto ao blog, podes cá vir quando e as vezes que quiseres, nem que seja para rangeres a dentuça;
      5. Mais nada, está de bom tamanho. Podes ir.

      Eliminar
  3. hahaha! Olha tu vê lá que realmente te podes dar ao luxo de afastar a morte (figurativamente) e a morta (literalmente). Poucos têm esse privilégio!
    Bem podes esquecer sambar pelos corredores fora no próximo carnaval :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tinha pensado nisso. Vou ter que montar o sambódromo da porta para dentro :D

      Eliminar
  4. E o carro Linda ? Vai haver granel ..
    " Com a Linda ninguém brinca " !!!
    😰

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é outra, e também é outro género. Com esta, o carro está em segurança...

      Eliminar
  5. Anónimo2/11/17

    A minha alma está parva! Mas...Mas como ? A sério? Existem mesmo pessoas que elevam uma brincadeira a este patamar? Juro te, senão tivesses posto foto achava que estavas no gozo.Bom Azulinha achava eu que estava rodeada de gente louca.Parabens , ganhaste ahahah
    Beijinhos 🌸

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miss Curvas, por que é que pensas que ando sempre a fotografar tudo o que vejo? É que se me atravessa cada figura ao caminho que não supões. E olha que não ponho aqui nem metade do que vejo :)
      Beijinhos 🌸

      Eliminar
  6. Aquele tapete de entrada destoa completamente com a decoração de Halloween...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O destrambelho é completo. Suspeita-me que nada diz com nada por ali, Lulu...

      Eliminar
  7. Credo, essa tua vizinha tem um ligeiro atraso, com certeza.
    Mortos à porta é lindo de ver, ó linda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que há ali qualquer coisa de muito séria, sim.
      Até tive pena da Senhora Dona Morte, coitadinha. Ali tão sozinha, tão encolhida...

      Eliminar