05/11/2017

Cuidado com os acrónimos

Ora, se eu já estava moída da minha musculatura por ter ido quarta, e por ter ido sexta, o que é que fui lá fazer ontem? 
Quis experimentar uma modalidade, que dá pelo nome de GAP, meia horinha, pareceu-me coisa de bom tamanho, rápida e intensa. 
Mal sonhando que GAP é o acrónimo de glúteos, abdominais e pernas, hahaha. Ha. Ha. Ha.
O instrutor, daqueles magros cheios da genica, gritou ao microfone que puséssemos caneleiras, que havia de um e de dois quilos, "Eh, turma, tudo a pôr de dois quilos!", vai a esperta, não querendo ficar atrás não sei de quê, e leva as de dois quilos lá para o colchão. À cautela, porque o seguro morreu de velho e a providência ainda cá anda, levei também as de um quilo, dando a entender que ia pôr todas. Mas pus "só" um par: o de dois quilos, ya. 
Lembro-me das frases gritadas, "Turma, levanta a perna!", "Agora insiste, turma!", "Agora pequeninos, lá em cima!". Só faltou chamar-nos "Seus maricas". Lembro-me também de ter arrancado uma caneleira, porque (ainda) sentia a perna a arder em flamas até à cintura, e de ele ma ter recolocado à força. Depois puxou-me a perna para cima e, quando a largou, ela caiu, inanimada e desorientada.
Hoje acordei e falecera. Partes de mim — glúteos, abdominais e pernas, designadamente — feneceram talvez de noite. Não estou sequer capaz de subir para o passeio, quando atravesso a rua. Pondero andar só pela estrada. Desconheço todo o mecanismo envolvido no acto de subir escadas. E de descê-las. Uma simples ida à sanita, urinar, digamos, é tarefa que me recuso a cumprir. Não me interessa, prefiro rebentar.
Como se não bastasse, hoje fui meter-me a zumbar uma hora, e depois mais outra hora nos alongamentos. Não tenho um único músculo inteiro, nem sequer nos maxilares, drivados daquele esforço. Tenho torcicolos por todo o corpo. 
Hoje odiei toda a gente graciosa e elástica. 
Para a semana há mais (caneleiras de um quilo em cada chispe e já gozam).


6 comentários:

  1. ahahahahahahahah! Oh pah! Isto lembra-me alguém!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou uma vítima de mim mesma :D

      Eliminar
  2. Anónimo6/11/17

    Ó LB,eu não comentei o post anterior? Não aparece o meu comentário e eu ia jurar que escrevi qualquer coisa... só se não enviei...

    AL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, não tenho ido ao blogger. Done :)

      Eliminar
  3. Quem me dera ter a tua genica.
    Mas vou ter de arranjar alguma, q assin q tiver "alta" tenho de ir ginasticar, até tou quase a ponderar arranjar um PT...tenho mm de voltar a minha forma (q já n era a de uma modelo) pré primeira gravidez 😉

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, Me, eu acho que isto já não é genica, é teimosia, mesmo. Aquela característica dos burros :/
      Continuo cheia de dores, ontem então, era um ai por cada degrau que subia ou descia. E é nestes dias em que nos sai toda a escadaria à rifa. Nem promessas paguei :)
      Mas sim, volta, porque estes são episódios muito raros, e o bem-estar não tem preço.
      (Já “ganhou bebé”, como diz a Pat?) :)

      Eliminar