29/06/2017

Não sei se concordo com estas mensagens, mas também, eu sou tão esquisita...


E está uma pessoa no Hospital da Luz, entretida à espera, primeiro de ser admitida, depois de ser chamada, e aquele ecrã das senhas de vez, pim-pim-pim, desconheço como é que se trabalha num local assim e não se chega ao fim do dia com os nervos em frangalhos, devia mesmo ser considerada uma profissão de alto risco, ou desgaste rápido, ou alto desgaste, ou então de desgaste risco, ora se eu só lá estive uma hora da minha vida e é isto, que direi. Assim, de repente, do nada, o mesmo ecrã passa pequenos filmes publicitários, aquilo dos spots, e surge-me aos estupefactos olhos o da Mustela*, logo a minha Mustela, que eu tanto amo e me cheira sempre a bebé meu, a anunciar a sua gama, o leite corporal para bebé, o bebé praticamente nu a ser massajado com o creminho, depois o bebé está efectivamente nu e é uma menina, se não me falha a memória, logo a seguir vem o grande plano da genitália da criança, com a desculpa de se passar ali o tal creme, e a cena dura segundos a mais (dois, três), e, quando todos (?) pensamos que aquilo não pode ir mais longe, então não é que vai?, e ainda há umas mãos cuidadosas que vão espalhar pomada da fralda ali mesmo, onde já havia passado o creme, e são mais dois ou três, ou lá quanto tempo dura a dita operação, de um close up do pipi (que escusado será dizer que é) de uma menina.

Doentes, utentes e outros passeantes do Hospital da Luz: nenhum de vós é pedófilo, verdade?

* Ninguém me paga para me calar. E ainda que pagasse.

4 comentários:

  1. Devia enviar este post para a Mustela para eles pensarem duas vezes no que andam a fazer...
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa ideia. Não basta uma pessoa insurgir-se em silêncio, mesmo que esse silêncio seja desta forma pública.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Aquilo é insuportável. E dá de 15 em 15 minutos...

      Eliminar